Breaking news

BIOGRAFIA DA MÚSICA TOCANTINENSE

Música Tocantinense

 

Chilepe do Chinelo

 Chilepe do Chinelo

 

O pé-de-serra diferente!

Assim se define a Banda Chilepe do Chinelo, uma revelação do Estado do Tocantins que surgiu dentro de um ônibus de excursão, quando três jovens resolveram alegrar a viagem e improvisar uma apresentação. A viagem chegou ao vim, mas deu início a uma nova jornada que promete muita alegria ao Brasil.

Formada em 2006, a Banda já lançou dois CDs e um DVD ao vivo. Possui um público cativo que prestigia suas apresentações em todas as casas de show e de forró onde se apresenta no Tocantins e pelo Brasil levando o melhor do forró pé-de-serra com sucessos próprios e de grandes nomes como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Flavio José, Santana, Dorgival Dantas e muitos outros.

Como dizia o poeta pernambucano Zé Duarte, “ O Forró é tão bom que se fosse comida ninguém morreria de fome”.

Conheça a banda Chilepe do Chinelo e venha para o forró mais arroxado do momento!

Ficha técnica:

Juliano Primavera – Voz

Rodrigo Ferro – Triângulo e Percussão

Romeu Gontijo – Pandeirola

Augustinho do Acordeon – Sanfona

Cacau – Zabumba

Billy Anderson – Violão e Guitarra

Duda Lima – Bateria

Jax – Sax e Flauta

Discografia: 

* 2006 – CD Xote Belo

* 2010 – CD Chama essa Cerveja

Site: www.chilepedochinelo.com.br

Orkut:http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?origin=isuid=12848027560277665473

Twitter: www.twitter.com/chilepechinelo

Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=7TSCtyUn2Hk

Link para baixar os cds:http://www.chilepedochinelo.com.br/conteudo.php?l=c9489fb6f341219b4f4e56dbf6abed29

Contato:

Rodrigo Ferro
Mandacaru Produções

Msn: rodrigo_caf@hotmail.com
Fone: 63 8426-5074

Postado por Didi Britto às 08:51 Nenhum comentário: 

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar com o Pinterest

SEGUNDA-FEIRA, 1 DE NOVEMBRO DE 2010

Núbia Dourado

Núbia Dourado

Especialidade:

Cantora. Intérprete e Compositora

Release:

Cantora e compositora Núbia Dourado tem uma grande potencialidade musical e se destaca pela brasilidade pop que consegue expressar. O enredo do seu novo CD vai desde o Soul, R&B, Pop com pitadas de influências da música regional do Tocantins. Das águas do Rio do Sono às dunas do Jalapão “Roda a Saia” na dança da Jiquitaia. Ecos de sons quilombolas no ritmo regional do catirandê, também expressa a música popular em seu novo álbum e faz referência ao norte do Brasil aonde a cantora nasceu. O responsável pela produção do Cd “POR SUA CAUSA” foi Donatinho, filho do bossanovista João Donato. Os sons que saem de seus teclados e de suas programações já contribuíram para a música de artistas como Vanessa da Mata, Fernanda Abreu, Paralamas do Sucesso, Djavan, Preta Gil, Toni Garrido, entre outros.

Conheça mais sobre Núbia Dourado no: 

Website

 

Facebook

Orkut

Myspace

Youtube:

 

Sem Juizo

Roda Saia

Contato: 

E-mail :  contato@nubiadourado.com

Fone   : (11) 4301-8466

Postado por Didi Britto às 04:27 Nenhum comentário: 

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar com o Pinterest

QUINTA-FEIRA, 28 DE OUTUBRO DE 2010

Ruiter Castro

Ruiter Castro

Especialidade:

Percussionista

Release:

Nascido em Brasília a 06 de setembro de 1983. Iniciou sua formação musical como baterista, em 1998, no Workshop Instituto de Bateria, com o professor Maurício Barbosa – formação musical em ritmos brasileiros e latinos. Após dois anos de curso, começa a tocar em bandas regionais de diversos estilos como samba, pagode, música baiana e rock.

Em 2001, começa a incorporar elementos da percussão na bateria, após presenciar uma apresentação do Projeto Pixinguinha, na sala Vila Lobos, onde o percussionista Nassau tocava uma percuteria, como ele mesmo intitulava. Desde então Ruiter estuda a percuteria e cada vez mais aprofundando nas particularidades de cada instrumento de percussão.

Com vários métodos de percussão e estudos independentes aliou conhecimentos de bateria para tocar percussão. Um dos métodos mais influentes foi “O Batuque é um Privilégio” de Oscar Bolão, uma pesquisa excelente dos instrumentos no samba.

Chega a Palmas em 2006, já com seu setup de percussão montado e logo começa a tocar com artistas regionais, como Genésio Tocantins, Chiquinho Chocolate, Quésia Carvalho, Keila Lipe, Aluísio Cavalcante, Camacho, entre outros. Percussionista da Orquestra de Música Brasileira de Palmas  Buriti Band, além de tocar no grupo Impacto Latino (Ex Raíces de América, com Nacha Moretto e Jorge Menares) grupo Caixa de Marimbondo, banda La Cecilia, e participa dos mais variados editais de cultura.

No estado do Tocantins, participou de inúmeros projetos, como Salão do Livro, Circuito de Feiras, Rali dos Sertões, Enduro a pé, Aniversário de Palmas, Reveillon, PMW Rock Festival, Palmas mostra Palmas, Noites Tocantinenses, Palmas para a Música, Especial Beatles, e ainda a abertura de grandes shows e eventos como Alceu Valença, Cordel do Fogo Encantado, Marcelo Nova, Cócegas, dentre outros.

Hoje, Castro, continua seus estudos por meio da internet e métodos consagrados. Mantém contato com grandes músicos para trocas de informações. Frequenta os Cursos Internacionais de Verão da Escola de Música de Brasília que acontecem todo ano. Especialista em Cajon, dedica-se ao estudo e fabricação desse instrumento.

Conheça mais sobre Ruiter Castro no: 

Facebook 

Orkut

Myspace

Youtube

Contato: 

E-mail : ruitercastro@hotmail.com

Fone   : (63) 84073915

Postado por Didi Britto às 05:25 Nenhum comentário: 

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar com o Pinterest

TERÇA-FEIRA, 26 DE OUTUBRO DE 2010

Mônica Soares

Mônica Soares

Mônica Soares Araújo, ou simplesmente Mônica Soares, é uma cantora e compositora brasileira de música popular. Sua carreira teve início no ano de 2005. Seu trabalho apresenta influências variadas tanto da música originalmente brasileira, em especial o samba, como de jazz, pop-rock, reggae, afrobeat, etc.

Viveu sua infância e parte de sua adolescência na cidade de Ponte Alta do Tocantins, onde deu seus primeiros passos na música.

Em 2005, iniciou sua carreira musical em Palmas, cantando em jingles publicitários, backing vocals etc… A partir daí, Mônica Soares recebeu convites de algumas bandas, nas quais chegou a cantar, até optar pela carreira solo. “Eu queria fazer o meu som…. A minha música…Cantar o que eu gosto… ” diz a cantora que não se considera cantora de MPB. “Não sei qual rótulo daria para minha música se fosse preciso… Acho que a música tem que fazer bem primeiro a quem canta, pra conseguir fazer bem a quem ouve… Quando seleciono meu repertório, canto o que gosto e como a grande maioria dos artistas desta nova geração, não tenho influências específicas…  Ouvimos de tudo, mesclamos estilos, misturamos batidas, enfim. Não considero tão importante rotular um estilo pra mim. Não penso em que tipo de música estou fazendo… Simplesmente faço o meu som.”

Um ótimo som, diga-se de passagem, muito bem aceito no cenário musical de Palmas e das demais cidades por onde tem passado. Esbanjando simpatia, carisma, beleza e simplicidade a cantora completa: “Estou muito feliz pela aceitação do meu trabalho. É muito gostoso ver que as pessoas se identificam o que eu adoro fazer. A música é muito importante pra mim. Me acompanha sempre.” conta a cantora de 22 anos que está na etapa final de seu primeiro CD solo que tem lançamento previsto para Março/2011. ” Estou realmente ansiosa! O disco veio da proposta de trabalhar em um projeto do compositor Luis Teixeira regravando algumas de suas canções já conhecidas pelo público tocantinense, como também canções inéditas dele que também assina a direção musical do disco juntamente com o Renato Moreira que fez os arranjos etc. Mas à medida que o disco ia sendo feito, foi tomando uma proporção maior do que havíamos planejado, com a chegada de canções de outros grandes compositores como Lucimar, J. Bulhões, Laercio, além de uma composição minha. Uma seleção de canções deliciosas, com certeza!”… Essa mistura proporciona ao público que acompanha a cantora, noites agradabilíssimas regadas com muito bom gosto musical.
O sucesso e a boa aceitação do trabalho da cantora que é também enfermeira, mostram o potencial musical e cultural do estado do Tocantins, que pode ser confirmado nas apresentações de Mônica Soares e o conjunto de sua obra que inclui sonoridade, presença de palco, performance e descontração.

     por Solange Ayres

Videos na Web

Romaria com Renato Teixeira

Bem que se Quis

Lounge e A História de Lily Braun

Facebook

Orkut

Email: monicasoares-1@live.com

Contato:(63)8449-5454

Postado por Didi Britto às 06:29 2 comentários: 

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar com o Pinterest

QUARTA-FEIRA, 20 DE OUTUBRO DE 2010

Genésio Tocantins

Genésio Tocantins

Compositor, Cantor e Instrumentista,Genésio Sampaio Filho , natural de Goiatins, TO aprendeu a tocar violão de forma autodidata. Seu pai era lavrador, trovador e cordelista. Com o pai aprendeu a cantar versos em feiras de sua região de nascimento. Com a mãe frequentou rodas de folias onde aprendeu cantos do divino. Ainda criança mudou-se com a família para a cidade de Araguaína, no estado do Tocantins, e posteriormente para a cidade de Ceres, em Goiás.

niciou sua carreira participando de festivais regionais e em seguida por todo o Brasil. Seu primeiro LP, “Rela bucho”, foi lançado pela RGE em 1988. No ano seguinte ganhou com este disco o II Prêmio Sharp de Música, onde recebeu o Troféu Ano Dorival Caymmi na categoria Revelação da Música Regional Brasileira. Gravou com diversos artistas como Fagner, Pena Branca e Xavantinho, Rolando Boldrin, entre outros. Entre seus parceiros estão Juraíldes da Cruz, Braguinha Barroso, Wanda d’Almeida, Hamilton Carneiro, João Gomes, Beirão, Salgado Maranhão e Telma Tavares. Em 1990, recebeu o prêmio Fiat. Lançou em 1996, o CD U cantante”, pelo selo Mercantante. Dois anos depois, lançou pelo selo Brasis o CD “Brasis – As c anções e o povo”.

Em 2000, foi classificado para as eliminatórias do Festival da Música Brasileira, promovido pela TV Globo, onde concorreu com sua composição em parceria com Beirão, “Baião internauta”. Nesse ano, participou do Festival Novos Talentos defendendo a música “Nóis é jeca mas é jóis”, de sua autoria e Juraildes da Cruz que se tornou rapidamente um clássico da música regional. Em abril de 2006, participou do Projeto Pixinguinha, em caravana que passou por Cachoeiro de Itapemirim, ES, circulando por Campinas, Tubarão e Guaratinguetá, junto com a cantora paulista Cris Aflalo, o piauiense Gilvan Santos e a Banda de Pífanos de Caruaru.

Obra:

  • Aliança (c/ Juraildes da Cruz)
  • Baião Internauta (c/ Beirão)
  • Beijo transparente
  • Destino sanfoneiro (c/ João Gomes)
  • Estação saudade
  • Festança
  • Hino ao Tocantins
  • Rela Bucho

Discografia

  • (1998) Brasis-As canções e o povo • Brasis • CD
  • (1996) Poeiras e Cantos U Cantante • Mercosom • CD
  • (1988) Rela bucho • RGE • LP

Vídeos na Web

Côco

Poeira e Cantos

Dodói (Ei Flor)

Contato

(63) 3225-2070

(63) 81239170

Postado por Didi Britto às 07:58 Um comentário: 

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar com o Pinterest

SEXTA-FEIRA, 15 DE OUTUBRO DE 2010

J. Bulhões

  1. Bulhões

Na atividade musical, desde os anos 70, gravou canções de sua autoria em inglês, pela RCA Victor com o pseudônimo de Joe Bulls em 73. Nos anos 80 trabalhou com Gilberto Gil na excursão do show “ O Luar” de 81, viajando todo o Brasil, Europa (Suíça, França, Itália e Portugal ), Estados Unidos e Colômbia. Gravou como backing vocal o disco “Umbanda Um” de 82, com Gilberto Gil e atuou no filme “Corações à Mil” com Gil, Caetano Veloso e Regina Casé. Nos anos 90, como compositor cedeu músicas a Beto Barbosa, Silvio Brito, Perseu du Sol, Ricardo Chips e outros. Como arranjador produziu discos dos dois primeiros “ Radio Festival Espírita do Estado de São Paulo e como produtor musical trabalhou em discos de Jafi, Siderus Nucius, Ricardo Chips, artistas pops da nova geração em São Paulo. No estado do Tocantins desde 2006, J. Bulhões vem somando a cultura local, seus trabalhos na área da composição, em parcerias com nomes do porte de:Tião Pinheiro, Dorivã, Léo Pinheiro, Genésio Tocantins, Juraildes da Cruz, Di Naves, Lucimar, entre outros, com um estilo que abrange todas as tendências musicais brasileiras e da World Music. Ao vivo, J. Bulhões, empresta a cada tema, a sua personalidade, uma audição de bom gosto e talento musical.

Vídeos na Web :

Trem pra corumbá na voz de Léo Pinheiro

Rock Sabonete com Véiétu

MySpace : http://www.myspace.com/jbulhoes

Facebook : http://www.facebook.com/profile.php?id=1793795423

Orkut : http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=18094941887857090752

e-mail : jp-bulhoes@hotmail.com