Breaking news

Iris Rezende pode “acabar” com a Lei de Incentivo à Cultura

Iris Rezende pode “revogar”, acabar com a Lei de Incentivo à Cultura

O setor de finanças, alegando que precisa cortar custos, planeja extinguir o apoio ao setor cultural

Iris Rezende: setor cultural clama para que não “revogue” Lei de Incentivo à Cultura | Divulgação

Se depender do setor de finanças da Prefeitura de Goiânia, o prefeito Iris Rezende (MDB) vai “revogar” a Lei de Incentivo a Cultura. Principal argumento: em crise, a prefeitura “precisa” reduzir despesas.

A Lei de Incentivo à Cultura da capital goiana é apontada como uma das melhores do país. A prefeitura investe, com base na sua Lei de Incentivo, 13 milhões de reais por ano no setor cultural. Por intermédio dela, o município publica dezenas de livros por ano.

Iris Rezende ainda não tomou uma decisão. Mas, se depender do setor de finanças, a cultura, na capital, ficará ao deus-dará, dependendo exclusivamente do apoio do governo do Estado.

Os produtores de cultura clamam para que Iris Rezende, que ainda não tomou uma posição, não aceite as recomendações dos tecnoburocratas de sua equipe.