Breaking news

STJ arquiva sindicância contra Marconi Perillo na Operação Decantação

STJ arquiva sindicância contra Marconi Perillo na Operação Decantação

Corte Especial entendeu não haver elementos que comprovassem envolvimento do tucano

Foto: Divulgação

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) arquivou por unanimidade na última quarta-feira (2/5), em sessão de julgamento da Corte Especial, a sindicância aberta para apurar participação do ex-governador Marconi Perillo na Operação Decantação.

Os ministros acolheram parecer do Ministério Público Federal (MPF) pela extinção da investigação, relatada com voto favorável de Raul Araújo, que confirmou o argumento de que “não havia indícios mínimos de qualquer prática de conduta delituosa atribuível a Marconi”.

Em março, o MPF pediu o arquivamento da investigação. De acordo com a sindicância as conversas entre o tucano e o presidente da Saneago na época, José Taveira, não possuem abordagens criminosas, portanto não há provas suficiente para incriminar o o governador.

Deflagrada em 2016, a Operação Decantação denunciou 35 pessoas desviar recursos da Saneago para fins políticos.