Breaking news

Palestras sobre perigos do uso do cerol e linha chilena são ministradas essa semana em escolas do Município

Palestras sobre perigos do uso do cerol e linha chilena são ministradas essa semana em escolas do Município

Redação Sesmu

 

A prática de empinar pipas se tornou um perigo para o trânsito. O uso do cerol, que é uma mistura de vidro em pó e cola utilizada na linha da pipa pode resultar em acidentes graves e até óbito. Para inibir esse tipo de acidente, a gerência de Educação para o Trânsito da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), em parceria com os membros do Moto Clube de Palmas, está realizando desde a última terça-feira, 28, palestras educativas em escolas da rede pública do Município, alertando aos alunos sobre os perigos do cerol e da linha chilena.

A Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade foi a primeira a receber a ação educativa, que contou com a presença de 100 alunos do 1º ao 4º ano do ensino fundamental. Além da palestra, um esquete foi apresentado às crianças simulando de forma lúdica e divertida o diálogo entre mãe e filho conversando sobre o assunto.

A coordenadora pedagógica da escola, Delamares Cavalcante, ressalta a importância do tema ser tratado com as crianças. “É muito importante eles entenderem que brincar é bom, mas brincar com responsabilidade é melhor ainda. Não só pensando na alegria e satisfação deles, mas pensando também no bem do próximo e das pessoas que fazem parte do trânsito. Isso faz com que a criança cresça com uma atitude responsável e cidadã”.

O gerente de Educação para o Trânsito, Celestino Pessoa, enfatiza que esse tipo de produto é proibido e muito perigoso. “Cerol e linha chilena podem causar lesões corporais e até mortes de motociclistas, ciclistas e até mesmo de animais que são simplesmente degolados ao terem a linha enroscada em seu corpo”.

 

 

Cronograma de palestras

Nesta quarta-feira, 29, a palestra está sendo ministrada na Escola Municipal Antônio Carlos Jobim; na quinta-feira, 30, na Escola Municipal Margarida Lemos; e na sexta-feira, 31, será finalizado na Escola de Tempo Integral Caroline Campelo, sempre a partir das 14 horas.