Breaking news

Defesa Civil alerta que o clima seco e o aumento das ventanias podem provocar novas incidências de queimadas

Defesa Civil alerta que o clima seco e o aumento das ventanias podem provocar novas incidências de queimadas

Redação Sesmu

 

Nos últimos dias do mês de agosto aumentaram as rajadas de ventos na Capital que podem chegar a mais de 30 km/h. E a chegada dos ventos, além de amenizar as altas temperaturas, aumenta o sinal vermelho para o alerta de novas incidências de queimadas que colocam em risco a sobrevivência das áreas de preservação ambiental.

Segundo os dados divulgados pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, os ventos devem alternar entre fracos a moderados com rajadas e os termômetros registram a mínima de 21ºC e a máxima de 39ºC. Já a umidade relativa do ar pode variar com maxima  58% e a mínima de 22%, durante essa semana.

De acordo com a Defesa Civil do Município, o clima seco e os fortes ventos, comuns nessa época do ano, faz com que os números de focos de queimadas aumentem, e a população tanto da zona urbana como na zona rural devem ficar atentas para impedir que novos focos e a propagação de queimadas aconteçam.

“Nosso alerta é para que durante esse período as pessoas redobrem a atenção e estejam atentas não só as correntes de ar, ou seja, as rajadas de ventos, como objetos, as galhadas das árvores e as placas que podem se desprender e atingir as pessoas. E no trânsito, os condutores devem ficar atentos também”, ressaltou a gerente de Prevenção e Mitigação de Desastre da Defesa Civil Municipal.

A Defesa Civil alerta ainda quanto à condição de árvores, muros, telhados e construções e residências, se os moradores já vêm observando uma movimentação e instabilidade, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil através do telefone 9 9242-3285 e solicitem o serviço de vistoria técnica. O engenheiro responsável se deslocará ao local para avaliar sobre a questão de risco.

E, para as pessoas que frequentam o lago de Palmas, fazendo o uso de embarcações ou praticando Stand Up, atividade está bastante explorada pelos banhistas, a Defesa Civil orienta que antes de iniciar as atividades é necessário se atentar para as condições climáticas, e quando notarem as fortes pancadas de ventos retornarem às margens para proteger-se.