Breaking news

Laudo descarta suicídio do prefeito Moisés da Sercon e o caso agora é mesmo tratado como assassinato

Laudo descarta suicídio do prefeito Moisés da Sercon e o caso agora é mesmo tratado como assassinato

avaliar matéria

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) informou nesta quinta-feira, 20, que o laudo pericial em local de crime requisitado pela autoridade policial que investiga a morte do prefeito de Miracema do Tocantins, Moisés Costa da Silva, o Moisés da Sercon, em 30 de agosto, descartou a hipótese de suicídio. Conforme a SSP, o exame foi concluído no prazo legal e encaminhado à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmas.

O corpo de Moisés da Sercon foi encontrado dentro da caminhonete dele em uma rodovia que liga Miranorte a Rio dos Bois, com um tiro no ouvido. Um revólver calibre 38 também foi encontrado junto ao corpo.

Com a confirmação do laudo, a Polícia Civil do Tocantins, que disse que já tinha o homicídio como principal linha de investigação no seu trabalho desde a notícia do fato, garante que agora avança no esclarecimento do crime, “a fim de que a sua autoria seja identificada com a celeridade e a efetividade necessárias para uma justa responsabilização penal”, diz nota da SSP.

A secretaria afirma ainda que o procedimento permanece com tramitação sigilosa e que atualizações sobre o caso serão repassadas exclusivamente pela sua assessoria de comunicação, para que as autoridades policiais e as equipes de investigação e de inteligência, que compõem a força-tarefa que apura o crime, possam concentrar esforços na solução do caso.

Entenda o caso
O prefeito Moisés da Sercon foi encontrado morto no dia 30 de agosto. O corpo estava dentro da caminhonete dele em uma rodovia que liga Miranorte a Rio dos Bois, com um tiro no ouvido. Um revólver calibre 38 também foi encontrado junto ao corpo.

No dia 14, durante uma manifestação Miracema parou para mandar o recado às autoridades de que aguarda uma resposta para a morte do prefeito. O ato, que contou com centenas de pessoas, partiu do Ponto de Apoio, às margens do Rio Tocantins, próximo à residência de Moisés.

Familiares, amigos, funcionários da prefeitura municipal, políticos da cidade e de várias partes do Estado se solidarizaram, clamando por justiça, percorrendo algumas ruas do centro histórico, assistidos e apoiados pelas pessoas que se concentraram nas portas de suas casas.

Na terça-feira, 18, após reunião com o secretário de Segurança Pública do Estado, Fernando Ubaldo Monteiro Barbosa, o deputado Stalin Bucar (PR) disse que tem certeza de que a morte de prefeito de Miracema, Moisés Costa da Silva, o Moisés da Sercon, “logo será esclarecida”. O encontro foi para solicitar celeridade nas investigações do caso. O deputado estava acompanhado do irmão do prefeito, Fidel Costa, e do advogado Werton Coelho.

Os delegados que acompanham o caso informaram ao parlamentar que a investigação já está bem adiantada e só estavam aguardando o laudo pericial para avançar nas investigações. “Esta audiência nos deixou mais tranquilos quanto à apuração dos fatos, que está sendo bem conduzida e, pelo que nós ouvimos, temos a certeza de que a morte do prefeito logo será esclarecida”, avaliou Stálin.