DESENVOLVIMENTO

Variação dos preços de material escolar na Capital chega a 192,31%, aponta Procon

0

Variação dos preços de material escolar na Capital chega a 192,31%, aponta Procon

avaliar matéria

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do Tocantins realizou entre os dias 2 e 6 de janeiro uma  uma pesquisa de preço de material escolar para o ano letivo de 2020. Ao todo, os preços de 83 itens foram avaliados em cinco estabelecimentos comerciais de Palmas e foi encontrado uma variação de até 192,31%. Entre os produtos pesquisados estão canetas, apontadores, borrachas, cadernos, colas em bastão e líquida, giz de cera, lápis preto, lapiseiras, marca texto, massas de modelar, réguas, tesouras, corretivos, papel, pincel e tinta.

Régua, lápis e giz de cera registram maior variação

A pesquisa do Procon Tocantins apontou que o item que atingiu maior variação de preços foi a régua plástica de 30 cm, com variação de 192,31%, vendida entre R$ 0,65, e R$ 1,90. Em segundo, ficou o apontador de lápis, com variação de 150%, comercializada entre R$ 0,60 e R$ 1,50. Em terceiro lugar, vem o giz de cera – estojo 12 cores, com variação de 137,19%, comercializada entre R$ 1,99 e R$ 4,72.

Auxílio

Para o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, a pesquisa tem como principal objetivo fornecer ao consumidor uma amostra dos diferentes  preços que ele pode encontrar no mercado de material escolar. Assim como auxiliá-lo a procurar os estabelecimentos que oferecem melhor preço e incentivar para que adquiram o hábito de pesquisar antes efetuar as compras.

Formas de pagamento e denúncias

O gerente de fiscalização Magno Silva, destacou que é necessário verificar as formas de pagamento. “Orientamos que nossos consumidores prestem atenção nas formas de pagamento e se as estão de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Em caso de dúvida ou denúncia que procure o Procon Tocantins”, destacou Silva.

Município também faz pesquisa

Já o Procon Municipal de Palmas iniciou nesta terça-feira, 7, a pesquisa de preços dos itens que compõem a lista de material escolar no comércio da Capital . “A pesquisa que é feita pelo órgão tem como finalidade orientar os pais sobre os estabelecimentos mais baratos e fazer com que tenham noção de quanto irão gastar e de quanto poderão economizar nesse início de ano”, informou”, informou Valéria Morais,  superintendente de Defesa do Consumidor.

Comments

Comments are closed.

Login/Sign up