Breaking news
alckmin-doria-marconi

É competente Marconi é o terceiro na fila do PSDB para a disputa à Presidência da República

Marconi é o terceiro na fila do PSDB para a disputa à Presidência da República

Deputado Fábio Sousa revela que governador de Goiás é visto como opção para o partido na disputa do ano que vem 

O deputado federal Fábio Sousa (PSDB) negou, durante entrevista ao Jornal Opção neste domingo (13/8), a suposta briga entre o prefeito de São Paulo, João Doria, e seu padrinho político, o governador do Estado, Geraldo Alckmin (ambos também do PSDB).

Segundo ele, os dois paulistas, pelo menos por enquanto, estão afinados para 2018. A tendência natural é que Alckmin seja o nome do partido para à Presidência da República — apesar de haver um enorme caminho pela frente, incluindo as pesquisas qualitativas que desenharão o “candidato ideal”.

João Doria se considera o “plano B”, ou seja, só vislumbra uma candidatura caso o governador de São Paulo esteja impedido — pela Justiça ou pelo próprio partido. Num cenário pouco provável, mas não irreal, está a possibilidade de apoiar um terceiro nome: Marconi Perillo.

Fábio Sousa garante que não é opinião de aliado, nem voz isolada: há um consenso no PSDB que, hoje, o governador de Goiás é o “plano C”. “Não é papo de goiano não, tanto que Marconi só não será presidente do partido se não quiser”, contou, em referência à eleição da nova executiva do tucanato a ser realizada no ano que vem.