Breaking news
DaniloSandes860x480(1)

Suspeito de ser o mandante da morte do advogado Danilo Sandes é preso no Pará

Suspeito de ser o mandante da morte do advogado Danilo Sandes é preso no Pará

Apresentação será nesta terça-feira às 9 horas, no Complexo de Delegacia de Polícia Civil

RAIMUNDA CARVALHO, DA REDAÇÃO29 de Aug de 2017 – 07h55, atualizado às 08h34
Foto: Divulgação
Danilo Sandes Pereira desaparaeceu de Araguaína após receber uma ligação e seguir em direção a cidade de Filadélfia

O suposto mandante da morte do advogado Danilo Sandes Pereira, assassinado dia 25 de julho, foi preso nessa segunda-feira, 28, em Marabá (PA).

A apresentação do suspeito, que ainda não teve o nome revelado, será nesta terça-feira, 29, às 9 horas, no Complexo de Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com o titular da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), José Rérrison Macêdo, a polícia já tem elementos suficientes para indiciar o preso como mandante do crime.

Ainda conforme o delegado, a PC também apreendeu vasto material, inclusive armamento pesado.

Entenda o caso
Danilo Sandes Pereira desapareceu no dia 25 de julho, às 9 horas, de Araguaína. O advogado teria recebido uma ligação pela manhã e seguiu em direção a cidade de Filadélfia.

No dia 26, a moto do advogado, uma Titan 150, cor vermelha, foi encontrada estacionada em frente a Unidade Básica de Saúde (UBS) do setor Jardim das Flores.

A polícia chegou até o local depois de uma denúncia anônima via 190, indicando que o veículo estaria no local desde as 15 horas do dia 25.

No dia 29, por volta das 9h30, em uma chácara a cerca de 18 quilômetros de Araguaína, próxima ao entroncamento de Babaçulândia, foi localizado o corpo de um homem. De acordo com o delegado Rérisson Macêdo, que acompanha o caso, poderia ser do advogado.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), de Araguaína onde passaria por exames técnicos periciais que iriam identificar se se tratava ou não do advogado.

Por volta das 17 horas, do mesmo dia, o resultado do exame de papiloscopia confirmou que o corpo encontrado era do advogado Danilo Sandes Pereira.