Breaking news
PMTO_860

PM desmente boato de que empresa teria desistido de realizar concurso no TO

cdl novo

PM desmente boato de que empresa teria desistido de realizar concurso no TO

Comissão está realizando os procedimentos finais do contrato junto à empresa para assinatura do documento

DA REDAÇÃO21 de Dec de 2017 – 08h56, atualizado às 09h46
COMPARTILHE
Foto: Divulgação
Concurso deve oferecer 1,4 mil vagas para soldado e 40 vagas para o curso de formação de oficiais

Por meio de nota, a Polícia Militar (PM) desmentiu nessa quarta-feira, 20, a notícia veiculada nas redes sociais de que empresa Assessoria em Organização em Concursos Públicos (AOCP), vencedora do certame da corporação, teria desistido do contrato.

Segundo a nota, a comissão está realizando os procedimentos finais do contrato junto à empresa para assinatura do documento que tem previsão de ocorrer em breve.

A nota afirma ainda que serão tomadas as medidas cabíveis para apuração da autoria da notícia com o objetivo de responsabilização.

Concurso
Anunciado em abril do ano passado, o concurso da PM deve oferecer 1.400 vagas para soldado e 40 para o curso de formação de oficiais.

O resultado do processo licitatório para a realização do certame foi publicado no Diário Oficial do Estado dia 4 que anunciou que a AOCP venceu a concorrência para realização do concurso da PM. O custo para a realização é de R$ 2 milhões.

Leia a íntegra da nota
“A Polícia Militar do Estado do Tocantins informa que está circulando nas redes sociais notícia falsa sobre o concurso para ingresso na corporação. Nela há a afirmação de que a empresa selecionada teria desistido do contrato.

A notícia não apresenta qualquer conteúdo verídico, bem como se percebe a quantidade de erros ortográficos e gramaticais em seu conteúdo (um dos principais atributos de notícias falsas), característica incomum aos textos produzidos por esta Assessoria. Além disso, trata-se de montagem grosseira de página do site da Instituição.

Quanto ao concurso, a comissão está realizando os procedimentos finais do contrato junto à empresa para assinatura do mesmo que tem previsão de ocorrer em breve.

Serão tomadas as medidas cabíveis para apuração da autoria da notícia com o objetivo de responsabilização.” (Com informações da ascom da Polícia Militar)