Com mais de 26 mil casos de Covid-19 e 248 mortes, Palmas ainda precisa enfrentar festas clandestinas com mais de mil pessoas

Uma festa clandestina com mais de mil pessoas foi interrompida no domingo, 14, por uma ação conjunta das forças de segurança da Capital. O evento que descumpria os protocolos de segurança sanitária de enfrentamento da pandemia de Covid-19 ocorreu em Palmas, na Arso 91. As equipes receberam a denúncia via Sistema Integrado de Operações (Siop).

Era para 50 pessoas

Na ocasião, os fiscais foram recebidos pelos seguranças da casa de eventos que, inicialmente, recusaram-se a apontar os organizadores. Enquanto isso, o som da festa era desligado e as pessoas começaram a deixar o local, gerando um certo tumulto, e a maioria sem utilizar máscara de proteção individual. Por fim, três jovens se identificaram como sendo os responsáveis pela festa clandestina. De acordo com eles, o evento havia sido planejado para no máximo cinquenta pessoas, mas com o início da festa os organizadores teriam perdido o controle da entrada do público.

Sem alvará

Auto de infração foi registrado pela não apresentação do alvará de licença e funcionamento do estabelecimento, além da promoção de aglomeração, colocando em risco a saúde pública, descumprindo todas as regras de prevenção nesse momento pandêmico.

Ação conjunta

Durante a fiscalização, iniciada na noite de sábado, 13, foram registrados 10 autos de infração e quatro notificações por diversas irregularidades diante das normativas decretadas pela gestão municipal para conter o avanço do vírus. Os agentes de Trânsito e Transportes efetuaram a remoção para a garagem municipal de uma motocicleta após consulta alertar que a placa do veículo estava adulterada. O proprietário não foi identificado. As atividades foram comandadas pela Diretoria de Fiscalização da Secretaria de Desenvolvimento e Serviços Regionais  e Vigilância Sanitária (Visa), com o apoio das equipes da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Agentes de Trânsito e Transportes do Município e Polícia Militar (PM).

Mais de 26 mil casos e 248 mortes

Palmas é a cidade do Tocantins com mais casos de Covid-19, um total de 26.028, e a segunda em mortes, com 248.

Veja vídeo da ação:

COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br